terça-feira, janeiro 12, 2010

O pioneiro Garcia Rodrigues (1490-1590)

Garcia Rodrigues já era casado com Izabel Velho (outra grafia possível: Isabel Velho), tendo dela filhos, quando chegou ao Brasil com Martim Afonso de Sousa. Nascera em 1490 no Porto, Portugal, aportando em São Vicente por volta de 1540. Teve vida longa: consta ter falecido em 1590.

Benedito Alípio Bastos, autor do estudo publicado neste link:
http://www.genealogiafreire.com.br/livro_centenario_de_cacapava.htm

diz ter sido Garcia Rodrigues filho de Antônio Rodrigues, companheiro de explorações de João Ramalho: “os primeiros povoadores brancos da Capitania de São Vicente, no litoral e nos Campos de Piratininga”. Assim, compreende-se que Garcia veio para o Brasil depois de seu pai, e que sua mãe é portuguesa embora dela eu não tenha encontrado o nome.

Em Santo André da Borda do Campo (distinta da atual Santo André, embora fosse provavelmente situada entre esta mesma Santo André e São Bernardo do Campo), foi residir Garcia Rodrigues exercendo os seguintes cargos públicos:

1555 – vereador. Os vereadores de hoje, no Brasil, têm apenas funções legislativas; na época possuíam também funções executivas.
1556 – juiz interino.
1557 – almotacel. O Houaiss me explica que o almotacel era um fiscal encarregado de pesos, medidas e taxação dos alimentos.
1558 – participação num ajuntamento de homens bons. Estes eram homens notáveis e honrados, sem pertencerem à nobreza, encarregados de certas funções na política local. “Política local”, na situação de que falo, talvez seja um pleonasmo, já que tudo se referia à vida local.

Garcia Rodrigues mudou-se para São Paulo, assumindo também lá funções públicas:

1561 e 1563 – vereador.
1562 e 1564 – almotacel.
1576 e 1578 – participações em novos ajuntamentos (de homens bons).

Benedito Alípio Bastos diz que Garcia Rodrigues, depois de 1580, levou sua família para Santos, e que a tradição da época afirma ter sido realizado em sua casa um milagre pelo Beato Padre Anchieta.

Ao morrer, com 100 anos de idade, deixou terrenos no então chamado Caminho da Tabatingüera, na cidade de São Paulo, para seu filho do mesmo nome.

A propósito, são estes os filhos de Garcia Rodrigues e Izabel Velho (Isabel Velho):

Maria Rodrigues
Isabel Velho
Domingos Rodrigues Velho
Padre Garcia Rodrigues Velho
Padre Gabriel Garcia
Padre Jorge Rodrigues
Francisco Rodrigues Velho
Antônio Rodrigues Velho
Mécia Rodrigues
Agostinha Rodrigues Velho
Isabel Rodrigues

Garcia Rodrigues é ancestral de numerosos brasileiros. Sou seu descendente por vias paterna e materna; dos meus quatro avós, três são seus descendentes. Ele é simultaneamente meu 12º-avô, 13º-avô e 14º-avô:

12º-avô – por meio de Domingos Rodrigues Velho, ancestral da minha mãe;
13º-avô – por meio de Agostinha Rodrigues Velho, ancestral do meu pai;
14º-avô – por meio de Isabel Velho (filha), ancestral do meu pai.

Esses parentescos são multiplicados algumas vezes, devido a casamentos entre primos.

Geograficamente, meus ancestrais que levam a Garcia Rodrigues passam pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e de volta a São Paulo (no lado materno); e por São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e de volta a São Paulo (no lado paterno).

Sites que me ajudaram nestas anotações são o já mencionado texto de Benedito Alípio Bastos:
http://www.genealogiafreire.com.br/livro_centenario_de_cacapava.htm

e diversos dos trabalhos genealógicos de Pedro Wilson Carrano Albuquerque em que figura Garcia Rodrigues, publicados na Usina de Letras:
http://www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.php?user=tavolaro

Marcadores:

4 Comentários:

Às 5:04 PM , Blogger Luana Madeira Lamas disse...

Nossa, quanta informação rica! Obrigada por compartilhar isso tudo conosco!

 
Às 6:00 PM , Blogger Ayres SIQUEIRA, EDER disse...

TAMBÉM DESCENDO DELE VÁRIAS VEZES POR TRÊS FILHAS, DOIS NETOS E DUAS NETAS.

 
Às 6:00 PM , Blogger Ayres SIQUEIRA, EDER disse...

TAMBÉM DESCENDO DELE VÁRIAS VEZES POR TRÊS FILHAS, DOIS NETOS E DUAS NETAS.

 
Às 6:07 PM , Blogger Aristeu Campos disse...

Boa tarde
Administro site de genealogia onde todos os ramos que fui encontrando ligados ao meu foram digitados, e um destes ramos é o do Garcia Rodrigues. Seria um prazer colocar os inúmeros decescendentes, os quais receberão senha gratuita através de e-mails. Contacto aristeusoaresdec@gmail.com

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial